Sexta-feira, 29 de Setembro de 2006

DVD evocativo do XI Aniversário

A Direcção do Núcleo tem disponível um DVD constituído por dois lotes de fotografias (mais de 200) e um filme de vídeo com cerca de uma hora referentes à comemoração do XI aniversário do Núcleo. Os sócios interessados neste DVD devem dirigir-se à sede do Núcleo e fazer a respectiva aquisição. Esta é uma excelente oportunidade de ficar com uma recordação deste memorável dia e de o Núcleo angariar fundos, bem necessários à sua sobrevivência. Neste vídeo estão algumas fotografias disponíveis no DVD.

 

publicado por ** UCRI ** às 22:13

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Estatutos do Núcleo

Por considerarmos bastante importante ser do conhecimento de todos os sócios do Núcleo os seus Estatutos, vamos publicar neste artigo os mesmos, sendo constituídos por XI capítulos e 28 artigos.

Estatutos do Núcleo Sportinguista de Condeixa

 

CAPÍTULO I – DENOMINAÇÂO, FINS E SÍMBOLO

 

Artigo 1º

É constituído o Núcleo Sportinguista de Condeixa, com sede nesta vila.

 

Artigo 2º

Podem ser sócios do Núcleo todos os indivíduos de qualquer idade que mantenham uma afinidade com o concelho de Condeixa-a-Nova e que sejam sócios ou simpatizantes do Sporting Clube de Portugal (adiante designado por “S.C.P.”).

 

Artigo 3º

Constituem fins do Núcleo Sportinguista de Condeixa:

a)      estabelecer um elo de união entre os sportinguistas com uma afinidade com o concelho de Condeixa-a-Nova;

b)      desenvolver, propagandear e promover o ideal sportinguista;

c)      manter relações de amizade com os vários núcleos sportinguistas espalhados por todo o mundo;

d)     angariar novos sócios para o Sporting Clube de Portugal;

e)      promover actividades de carácter social, culturais, recreativas e desportivas;

f)       apoiar as manifestações desportivas do Sporting Clube de Portugal.

      § único – o Núcleo abstém-se de assumir posições de carácter político ou religioso.

 

Artigo 4º

O símbolo do Núcleo Sportinguista de Condeixa é constituído pelo emblema do “S.C.P.” e a designação do Núcleo.

 

CAPÍTULO II – ADMISSÃO, DEMISSÃO E NUMERAÇÃO DE SÓCIOS

 

Artigo 5º

O Núcleo Sportinguista de Condeixa compõe-se das seguintes categorias de sócios:

a) sócios efectivos;

b) sócios juvenis;

c) sócios beneméritos.

 

Artigo 6º

São sócios efectivos todos os sportinguistas tendo completado 18 anos de idade e como tal admitidos pela Direcção em conformidade com os presentes Estatutos.

 

Artigo 7º

São sócios juvenis todos os jovens sportinguistas com idade inferior a 18 anos idade e como tal admitidos pela Direcção em conformidade com os presentes Estatutos.

 

Artigo 8º

São sócios beneméritos todas as entidades individuais ou colectivas que, por serviços relevantes prestados ao Núcleo ou ao “S.C.P.” sejam designados pela Assembleia mediante proposta da Direcção.

 

Artigo 9º

A admissão de sócios efectivos e juvenis faz-se mediante apresentação de proposta por um sócio efectivo do Núcleo e aprovação pela Direcção.

 

Artigo 10º

A demissão e exclusão de sócio do Núcleo verificar-se-á:

            a) mediante pedido escrito do próprio sócio;

            b) se por motivo justificado deixar de pagar quota durante mais de um ano, e desse facto sendo notificado, por escrito, não regularizar a situação no prazo de 30 dias;

            c) se ofender com gravidade os ideais do Núcleo.

 

 

CAPÍTULO III – DEVERES E DIREITOS DOS SÓCIOS

 

Artigo 11º

Os sócios têm por dever:

a)      pagar as quotas na data respectiva;

b)      concorrer para o progresso e bom nome do “S.C.P.” e do Núcleo;

c)      observar o disposto nestes Estatutos e em todas as resoluções da Direcção e Assembleia Geral;

d)     desempenhar os cargos para que forem eleitos ou nomeados;

e)      renunciar, por escrito, perante a mesa da Assembleia Geral ou à Direcção, ao cargo que estejam exercendo quando não possam justificadamente permanecer nele.

 

Artigo 12º

Todos os sócios, após ter-lhes sido comunicada a sua admissão e terem pago a jóia e primeira quota, gozam dos direitos seguintes:

a)      eleger e ser eleito, quando maiores de 18 anos de idade;

b)      pedir, quando maiores de 18 anos, a convocação da Assembleia Geral Extraordinária, conforme o artigo específico:

c)      usufruir de todas as regalias que o Núcleo possa proporcionar aos seus sócios.

 

CAPÍTULO IV – FUNDOS

 

Artigo 13º

Constituem fundos do Núcleo as jóias, quotização, doações e qualquer receitas, bens ou rendimentos adquiridos.

 

Artigo 14º

A importância da quota e da jóia a pagar pelos sócios efectivos e juvenis será determinada em Assembleia Geral, sob proposta da Direcção.

 

 

 

CAPÍTULO V – PENALIZAÇÕES

 

Artigo 15º

As penalizações em que os sócios podem incorrer são:

a)      a advertência;

b)      a demissão.

 

Artigo 16º

A advertência é imposta pela Direcção. A demissão é imposta pela Assembleia Geral, mediante proposta devidamente fundamentada da Direcção.

            § único – qualquer destas penalizações só será aplicada depois de dar conhecimento ao visado para que este exerça ou não o seu direito dem defesa.

 

 

CAPÍTULO VI – ASSEMBLEIA GERAL

 

Artigo 17º

A Assembleia Geral é o órgão máximo do Núcleo, nela podendo participar todos os sócios efectivos no pleno uso dos seus direitos à data da sua convocação.

 

Artigo 18º

A Assembleia Geral é convocada pela Mesa com antecedência mínima de dez dias, dela constando o dia, hora, local e ordem de trabalhos.

 

Artigo 19º

A Assembleia Geral reúne ordinariamente:

            a) no primeiro trimestre de cada ano para aprovação do relatório e contas da Direcção;

            b) de dois em dois anos para eleição dos novos corpos sociais.

 

Artigo 20º

A Assembleia Geral reunirá extraordinariamente quando:

            a) o Presidente da Mesa assim o entender;

            b) a requerimento da Direcção, do Conselho Fiscal ou de qualquer comissão eleita em Assembleia Geral:

            c) a requerimento de 10% dos sócios efectivos, num mínimo de 20, no uso dos seus direitos, devendo nela comparecer pelo menos 4/5 dos sócios convocantes para que a convocatória tenha validade.

 

Artigo 21º

A Mesa da Assembleia Geral, eleita pelo período de dois anos, é constituída pelo Presidente, Vice-Presidente e pelo Secretário.

 

 

CAPÍTULO VII – DIRECÇÃO

 

Artigo 22º

A Direcção é o órgão executivo do Núcleo, competindo-lhe:

            a) executar e fazer cumprir o preceituado nos presentes Estatutos e regulamentos ou deliberações da Assembleia Geral;

            b) apresentar propostas à Assembleia Geral;

            c) admitir sócios efectivos e juvenis;

            d) administrar os haveres do Núcleo;

            e) impor as penalizações da sua competência;

            f) Apresentar o Relatório e Contas a submeter anualmente, de modo a sem qualquer dúvida permitir a reunião ordinária da Assembleia Geral.

            § único – em todos os actos e contratos que impliquem obrigações para o Núcleo, torna-se indispensável a assinatura de dois membros da Direcção, sendo sempre um deles o Presidente ou o Vice-Presidente, na falta daquele, e de um outro membro a designar pela Direcção.

 

Artigo 23º

A Direcção, eleita pelo período de dois anos é constituída por:

            a) Presidente;

            b) Vice-Presidente;

            c) Tesoureiro;

            d) dois Secretários;

            e) dois Vogais.

 

CAPÍTULO VIII – CONSELHO FISCAL

 

Artigo 24º

O Conselho Fiscal é o órgão fiscalizador do Núcleo, competindo-lhe:

            a) analisar balancetes;

            b) proceder a exames de contas, livros, etc.;

            c) dar o seu parecer quanto ao relatório e Contas apresentados pela Direcção e a submeter à Assembleia Geral.

 

Artigo 25º

O Conselho Fiscal, eleito pelo período de dois anos, é constituíd0 pelo Presidente, pelo Secretário e pelo Relator.

 

CAPÍTULO IX – ALTERAÇÕES AOS ESTATUTOS

 

Artigo 26º

Os Estatutos só poderão ser alterados em Assembleia Geral expressamente convocada para o efeito e com os votos favoráveis de três quartos dos presentes.

 

CAPÍTULO X – CASOS OMISSOS

 

Artigo 27º

Os casos omissos nestes Estatutos são regulados pelo estabelecido nos estatutos do “S.C.P.”, na Lei geral e por Regulamento Interno.

 

CAPÍTULO XI – DISSOLUÇÃO

 

Artigo 28º

O Núcleo só poderá ser dissolvido em Assembleia Geral convocada expressamente para este fim, mediante proposta aprovada por três quartos dos sócios efectivos existentes.

Neste caso, todo o seu património reverterá a favor do “S.C.P.”.

 

publicado por ** UCRI ** às 22:07

link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 26 de Setembro de 2006

Futebol é na Sede

publicado por ** UCRI ** às 15:40

link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 25 de Setembro de 2006

Torneio de Sueca - 7 de Outubro

 

 

O Núcleo vai organizar um Torneio de Sueca, na sua sede sita na Av. Visconde de Alverca, nº 13 – 1º Frente, no dia 7 de Outubro pelas 20H 30m, com os seguintes prémios:

           

            1ª Prémio – 2 meias libras

            2º Prémio – 2 pesos e meio

            3º Prémio – 2 meios presuntos

            4º Prémio – 2 garrafas whisky

            5º Prémio – 2  medalhas

            6º Prémio – 2  medalhas

 

Nota: estes prémios estão condicionadas à participação mínima de 20 equipas.

 

publicado por ** UCRI ** às 13:01

link do post | comentar | favorito
Domingo, 24 de Setembro de 2006

Abençoado Sporting

Que grande entrada na Liga dos Campeões.

Ser capaz de levar o mundo do futebol a pasmar perante esse facto verdadeiramente mediático de ter vencido o Inter de Milão, precisamente no ano em que os italianos tanto investiram para serem senhores do Mundo.

Notável, acima de tudo, a irreverência juvenil na sua melhor essência: ingenuidade e ambição, prazer de jogar, muito para além da obrigação de jogar, e a personalidade rara de viver a vida na ausência de complexos e, daí, a assinalável ausência de reverência perante o pançudo milionário que queria ganhar pelo peso da sua conta bancária.

Bem feita!

Abençoado Sporting  por teres sido tão necessário exemplo de grandeza neste país pequeno, às vezes de pequenas gentes, e quase sempre de pequenos sonhos.

Sem anúncios grandiloquentes, sem escutas telefónicas comprometedoras, simplesmente disciplinado, defensor dos talentos internos, outsider de guerras bacocas que teriam feito as delícia do nosso Eça.

Abençoado Sporting nessa tua maneira tão pouco portuguesa  e tão pouco rasca de saber estar, de saber jogar, de saber ganhar.

Alguns, dor de cotovelo, provavelmente chamarão a isso o indisfarçável tique da elite urbana. Mas classe é classe. Não impede a legítima euforia, a festa, como ontem Alavalade provou. O futebol portugês, tão maltratado, e tão justificadamente envergonhado só tem de agradecer o que o mundo viu, ou poderá ver.

 

Nota: Editorial de Vitor Serpa no jornal "A Bola" na sua edição de 13 de Setembro de 2006.

publicado por ** UCRI ** às 23:22

link do post | comentar | favorito

Comemoração do XI Aniversário

 

No dia 3 de Junho de 2006 realizaram-se as comemorações do XI Aniversário do Núcleo Sportinguista de Condeixa, com o seguinte programa:

           

            11:00 h – Recepção na Câmara Municipal de Condeixa

            12:00 h – Visita à Sede do Núcleo

            13:00 h – Almoço comemorativo

 

Nesta comemoração pela primeira vez foram atribuídos os Prémios Conímbriga, pelo Núcleo Sportinguista de Condeixa, que distinguiram 2 personalidades locais e 2 personalidades nacionais:

            Júlio da Costa Bacalhau – sócio fundador do Núcleo e Presidente da Direcção dos primeiros corpos sociais do Núcleo;

            Equipa de Futsal – pelos resultados obtidos e exemplar comportamento nas diversas edições dos Jogos Concelhios;

            Sá Pinto e Manuel Fernandes – pelo excelente profissionalismo e dedicação enquanto atletas profissionais do Sporting.

 

Não podemos deixar de agradecer à Câmara Municipal de Condeixa, e em especial, ao seu Presidente, Engº Jorge Bento, pela recepção dos convidados e associados deste Núcleo no Salão Nobre da Câmara Municipal, acto solene este que conferiu outra grandeza e importância às nossas comemorações.

 

Sobre este evento reproduz-se na íntegra a reportagem publicada no jornal “Sporting” na página 28 da sua edição de 13 de Junho de 2006:

 

“O Sporting voltou a demonstrar a sua força na região Centro do País, graças à presença de Ricardo Sá Pinto e Manuel Fernandes nas celebrações de mais um aniversário do Núcleo de Condeixa.

A euforia generalizada que se instalou no salão nobre da Câmara não era para menos. Os dois ex-“capitães” do Sporting foram recebidos entusiasticamente, não escondendo a surpresa pelo enorme carinho dispensado por uma centena de “leões”, ávidos de receber um autógrafo ou tirar a habitual fotografia da praxe. Sempre sorridentes, e mostrando uma grande simpatia, os dois homenageados pelo Núcleo ouviram palavras de apreço  do presidente da autarquia Jorge Bento. “È uma grande honra recebermos grandes figuras do Sporting na nossa vila. O Núcleo é uma estrutura activa e dinâmica e possui sportinguistas ferrenhos e esta visita é um grande estímulo para aprofundar ainda mais a garra “leonina”. Espero que esta visita ajude a manter  este espírito associativo que o Núcleo possui. Em 2001, recebi a delegação do Sporting e o Clube foi campeão, e, no ano passado, também veio a Condeixa uma comitiva benfiquista e foram campeões, por isso, não contem a ninguém, mas o Sporting vai ser campeão nacional na próxima época”, afirmou recebendo uma lembrança da Direcção do Sporting.

Sá Pinto, Manuel Fernandes e Joaquim Neutel (que representou o Sporting na ausência de António Menezes Rodrigues) dirigiram-se depois para a sede do Núcleo, onde foram novamente “engolidos” pela “onda verde” que lhes seguia todos os movimentos. Acompanhados por Filipe Santos, presidente da agremiação “leonina” de Condeixa, que reconheceu o “empenho e dedicação” da sua equipa para a tornar cada vez mais forte, os convivas deslocaram-se então para o salão da Associação da Nossa Sra. Das Dores, onde decorreu o momento alto dos festejos. Durante o repasto a Direcção homenageou Júlio Bacalhau, o primeiro presidente do Núcleo, a equipa de futsal masculina pelos brilhantes resultados averbados em torneios concelhios (o “capitão” Paulo Alves recebeu o troféu), e entregou uma lembrança ao representante da Casa do Benfica e a outras entidades oficiais. A festa continuou durante a tarde, com uma sessão de fados de Lisboa e de Coimbra que animou as celebrações do décimo primeiro aniversário do Núcleo de Condeixa-a-Nova.

 

Filipe Santos: “Manter o dinamismo leonino”.

Filipe Santos, presidente da Direcção, Daniel Costa, presidente da Assembleia Geral João Leal, presidente do Conselho Fiscal, gerem os destinos do Núcleo desde 1999. Com cerca de 500 associados o Núcleo tem vindo a assumir uma posição sustentada na comunidade de Condeixa-a-Nova desde a inauguração da sua sede. Segundo Filipe Santos, a meta “é tornar o Núcleo cada vez mais activo e participativo na comunidade. Tem existido um crescimento das nossas actividades, pois temos uma equipa de futsal que muito prestigia o Núcleo Sportinguista, Fazemos regularmente torneios de damas, sueca, matraquilhos, etc. e deslocamo-nos a Alvalade em dois jogos da temporada. Tivemos uma equipa de escolas do Sporting a jogar num torneio de futebol e queremos continuar a dinamizar o Núcleo, Não tínhamos um plano de trabalho sustentado há uns anos, mas actualmente esta equipa tem sido inexcedível no trabalho em prol do Núcleo de Condeixa”, reconheceu, avançando com a obrigatoriedade do Núcleo manter uma actividade mensal associada à Câmara Municipal ou outra iniciativa para que o Núcleo mantenha o papel activo na região e estabeleça laços de cooperação com outras associações da vila. A “amizade” com o clube rival é uma delas. “Há um mês, fizemos uma brincadeira inédita com a Casa do Benfica de Condeixa, Foi um bom convívio, com um jogo de futebol e um almoço. Correu, muito bem, ganhámos ainda por cima, por isso está prevista a segunda volta para Setembro”, expressou.

 

Manuel Fernandes: “É um privilégio estar junto de “leões””

Manuel Fernandes mostrou-se impressionado com a falange de apoio dos “leões” de Condeixa, lembrando os anos passados em Alvalade. “Para mim, é um privilégio estar junto de leões”. Aquando venho à zona Centro do País, fico sempre muito sensibilizado porque há uma grande comunidade de sportinguistas. Toda a gente me fala dos quatro golos que fiz ao Benfica, e um sportinguista que não goste de ganhar ao Benfica, nunca será um bom sportinguista. No entanto, não fui apenas o segundo melhor marcador de todos os tempos da história do Sporting e o terceiro jogador com mais jogos realizados, mas sinto também muito orgulho por ter ficado na história do antigo Estádio José Alvalade como o jogador que fez mais jogos com a camisola do Clube”, afirmou, elogiando depois o trabalho de António Menezes Rodrigues no contacto que tem feito com os Núcleos. “É uma pessoa que dignifica o Clube, indo ao encontro dos sportinguistas por todo o País e tem feito um trabalho excelente ao longo dos últimos anos”, sublinhou.

 

Sá Pinto: “Estou 100 por cento à disposição do Sporting”

Sá Pinto compareceu nas celebrações do Núcleo de Condeixa, e até autografou a faixa com a sua caricatura de “gladiador” (uma presença habitual nos jogos do Sporting em Alvalade) para gáudio de alguns elementos da Juventude Leonina da zona Centro do País. Ainda no salão nobre da Câmara Municipal, Ricardo Sá Pinto agradeceu a homenagem e o apoio dos adeptos, afirmando-se disponível para continuar ligado ao futebol do Sporting. “É o reconhecimento da minha dedicação ao Clube, Fiquei surpreendido com esta recepção. Vocês são a minha força e dos meus companheiros de equipa. Ao longo dos anos em que representei o Sporting, vocês foram excepcionais e isso eu nunca irei esquecer. O meu futuro é o que o Sporting quiser, e estou cem por cento à disposição do Clube para as funções que entenderem”.

 

publicado por ** UCRI ** às 23:16

link do post | comentar | favorito
Sábado, 23 de Setembro de 2006

Actuais Corpos Sociais

Os actuais Corpos Sociais do Núcleo Sportinguista de Condeixa foram eleitos em Assembleia Geral, que se realizou no dia 7 de Abril de 2006,  pelas 21h 30m, na Sede do Núcleo.

Estiveram presentes nesta Assembleia trinta e um associados do Núcleo.

 

Assembleia Geral

 

Presidente -                Daniel Ramalho dos Santos Costa

Vice-Presidente -        Fernando António Marques da Silva

Secretário -                 José Simões dos Reis

 

Conselho Fiscal

 

Presidente -                João Filipe Leal

Secretário -                 José António Neves Ribeiro

Relator -                     António José Cravalho Matias

 

Direcção

 

Presidente -                Filipe João Sousa Dias Santos

Vice-Presidente -        Manuel Cardoso Correia Portulado

Vice-Presidente -        Fernando Manuel Neto Pinto

Vice-Presidente -        António Carlos Antunes Almeida

Vice-Presidente -        Rita Rodrigues Santos Costa

Tesoureiro -                António Costa Pereira

1º Secretário -             Carlos Augusto frade Monteiro

2º Secretário -             Nuno Miguel Alçada Costa Pereira

Vogal -                       Mário José Fortunato Pereira

Vogal -                       Manuel Pena dos Santos

Vogal -                       Mariana Cristina Rosado Pinto

Vogal -                       António Esteves Moita

 

publicado por ** UCRI ** às 17:34

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Inauguração Oficial da Sede

A inauguração oficial da Sede do Núcleo Sportinguista de Condeixa realizou-se no dia 4 de Março de 2000, numa cerimónia que foi presidida pela Sra. D. Isabel Trigo de Mira, na altura, Vogal do Conselho Directivo do Sporting.

A abertura de Sede, na Av. Visconde de Alverca no nº 13- 1º Frente, foi sem dúvida o momento mais alto do Núcleo na sua curta história e fruto de muito trabalho de toda a Direcção presidida por Filipe Santos, que continua actualmente a dirigir os destinos do Núcleo.

Sobre este acontecimento, com a devida vénia, transcreve-se na íntegra o artigo publicado no jornal “A Bola” na página 23 da sua edição de 23 de Março de 2000:

“O Núcleo Sportinguista de Condeixa inaugurou a sua sede numa cerimónia que antecedeu um almoço no restaurante Casa Júlia, que reuniu 300 pessoas, entre elas uma comitiva do Sporting Clube de Portugal integrada pela vogal do Conselho Directivo, Isabel Trigo de Mira, o director do Departamento de Expansão, Nelson Carriço, os antigos jogadores Osvaldo Rosa e João Morais e o jovem guarda-redes Nuno Santos. Assistiram também à cerimónia os presidentes da Câmara de Condeixa, Jorge Bento, e da Junta de Freguesia, Arcindo Fernandes, o vice-presidente da Câmara, Samuel Leandro, o vereador do Desporto, Daniel Costa, e representantes dos Núcleos de Coimbra e do Mondego.

Após uma recepção à comitiva do Sporting, nos Paços do Concelho, e inauguração da Sede, por Isabel Trigo de Mira, seguiu-se um almoço no qual a dirigente “leonina” saudou os presentes e se mostrou mito satisfeita “por poder partilhar esta alegria (inauguração da sede) que permitirá o encontro dos sportinguistas”.

“Este ano o Sporting está no bom caminho e temos a esperança de conseguirmos chegar ao título, se possível com dobradinha”, sublinhou. Considerou que a grande força e riqueza do Sporting são os Núcleos, onde estão os nossos sócios e simpatizantes, que nós fazemos sentir aos nossos atletas”.

“Este ritual que se vive em Alvalade, e hoje temos aqui presente o Nuno Santos, tem que ser sentido por todos os atletas. O Nuno vai ter oportunidade de transmitir aos seus colegas este vibrar sportinguista” acrescentou.

Agradeceu a disponibilidade de Augusto Inácio em ter “libertado" o jovem jogador para que ele estivesse presente em Condeixa e a Nuno Santos pela prontidão com que aceitou o convite para estar presente. Isabel Trigo de Mira informou depois que tudo irá para fazer para que na próxima época os jogos do Sporting, em Alvalade, se realizem mais cedo, para que os sportinguistas que residem longe de Lisboa possam estar presentes no “nosso estádio”. Recorda depois que o Sporting “è um clube de vencedores e que este ano já ganhou 300 taças em várias modalidades”. “Com o nosso esforço e dedicação continuaremos certamente a chegar às vitórias”, disse Isabel Trigo de Mira concluindo a sua intervenção agradecendo a presença dos convidados e, especialmente, a do Presidente da Câmara.

Por seu turno, o Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Núcleo, Vítor Caridade, usou da palavra para afirmar “estar contente por se encontrar no seio da família sportinguista” e considerar que “este Núcleo (Condeixa) é um símbolo do Sporting e de cultura onde todos podem conviver e viver o nosso Clube”. Terminou a sua intervenção desejando que, finalmente, “este ano, se possa viver com grande entusiasmo e festa do nosso Sporting”.

O representante do Núcleo Sportinguista de Coimbra, José Manuel Freire, felicitou o Núcleo de Condeixa pela inauguração da sua sede e referiu que os Núcleos devem ser solidários e não rivais, numa causa que os identifica e lhes é comum”.

Também o presidente da Direcção do Núcleo, Filipe Santos, se manifestou satisfeito em estar presente na cerimónia de inauguração da sede e ver “concretizado o sonho dos dirigentes do Núcleo de Condeixa”. –“A partir de agora é necessário que os sportinguistas do concelho frequentem este espaço e vibrem pelo Sporting colaborando em tudo o que for necessário” – apelou.

Por fim, falou o Presidente da Câmara, Jorge Bento, para se congratular com a existência do Núcleo do Sporting em Condeixa, por considerá-lo “uma associação importante e que terá o mesmo tratamento de outras já existentes”. Terminou a sua intervenção desejando que “esta alegria continue até ao fim da época para satisfação da grande massa associativa e adepta do Sporting”.

publicado por ** UCRI ** às 17:22

link do post | comentar | favorito

Primeiros Corpos Sociais

Os primeiros Corpos Sociais do Núcleo Sportinguista de Condeixa foram eleitos por unanimidade e aclamação numa Assembleia Constituitiva, que se realizou no dia 16 de Junho de 1995, pelas 21h 30m, na Sede do Clube de Condeixa, que amavelmente cedeu as suas instalações para este efeito.

Estiveram presentes nesta Assembleia trinta e oito associados do Núcleo.

 

Assembleia Geral

 

Presidente -                Samuel Alves Leandro

Vice-Presidente -       Victor Manuel Pereira Caridade

Secretário -                Evaristo Manaia Batista

 

Conselho Fiscal

 

Presidente -                Daniel Ramalho dos Santos Costa

Secretário -                José Alexandre Costa Figueiredo

Relator -                     Manuel Gaspar Couceiro

 

Direcção

 

Presidente -                Júlio da Costa Bacalhau

Vice-Presidente -       António Amado Flório

Tesoureiro -               Joaquim José Ferreira Bacalhau

1º Secretário -            Paulo Jorge Santos Flório

2º Secretário -            Fernando António Marques da Silva

1º Vogal -                  Paula Alexandra Costa Figueiredo

2º Vogal -                  Filipe João Sousa Dias Santos

 

 

publicado por ** UCRI ** às 15:21

link do post | favorito

.XV Aniversário do Núcleo

.Campeões Nacionais Futsal

.Campeões Nacionais Juniores

.pesquisar

 

.Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Visita às Caves Aliança

. Mais um Sporting - Benfic...

. Campeões de Futsal

. Inscrições na Acade...

. Academia Futsal Condeixa

. X Torneio de Sueca

. X Torneio de Sueca

. Tia 2010 - Futsal

. XV Aniversário Núcleo - N...

. XV Aniversário Núcleo - R...

. Adeus Mundial

. XV Aniversário do Núcleo

.arquivos

. Junho 2012

. Maio 2012

. Junho 2011

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Maio 2009

. Setembro 2008

. Maio 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

.links

.Estão online

online

.Contador

Oposiciones Masters
Estadisticas y contadores web gratis

.Hino do Centenário